29 junho 2009



alegria, alegria

lá onde a coragem e a alegria crescem com o calor do sol



18 junho 2009

insone
derretida
cheia de estranhamentos
pueril
desingonçada
urgente
um tanto flor
temperada com açúcar e com afeto
inteira de sonhamentos
ser tão assim
pati

e tem os olhos cheios de esperança




Se soubesse como eu gosto
do seu cheiro
seu jeito de flor


as músicas têm me dito muito ultimamente

11 junho 2009

para escutar sempre, especialmente, em dias quentes como hoje em que o vento insiste em bater com gosto na cara.

paixão

sf (lat passione) 1 Sentimento forte, como o amor, o ódio etc. 2 Movimento impetuoso da alma para o bem ou para o mal. 3 Mais comumente paixão designa amor, atração de um sexo pelo outro. 4 Gosto muito vivo, acentuada predileção por alguma coisa. 5 A coisa, o objeto dessa predileção. 6 Parcialidade, prevenção pró ou contra alguma coisa. 7 Desgosto, mágoa, sofrimento prolongado. 8 Os tormentos padecidos por Cristo ou pelos mártires.

Dicionário Michaelis


A procura de beleza para colorir os dias cinzentos, encontrei o blog do iilustrador argentino Gustavo Aimar. De lamber os dedos, a coisa mais delicada desse mundo.


09 junho 2009

essa minha marla...

Eu não tenho medo do amor. Eu tenho medo é de amar quem tem medo dele.
Amar quem teme o amor é como se apaixonar por uma sucessão de desistências. É como viver apenas a possibilidade de algo, mas com a sensação de que ela nunca se estabelecerá.É ficar intranqüilo não com o amanhã, mas com os próximos minutos. Quem teme o amor vai embora antes de fazer as pazes com ele.Antes de saber que surpresas ele reservava. Quem teme o amor teme caminhar de mãos vazias em direção ao desconhecido.Está sempre baseado numa repetição do passado.E acha que a vida será como todos aqueles dias idos.Quem teme o amor não vê a pessoa que conheceu, não se dá a oportunidade de ser amado de outra forma.Quem teme o amor se envolve é com o drama de todas as feridas que vieram à tona porque ele não se permitiu ficar sozinho e confuso o suficiente para curá-las.Quem teme o amor não aprendeu a pedir ajuda nem a receber a cura do Universo.Ele se acha maior que o amor e não conjuga o verbo. Quem teme o amor consegue ser mais perverso do que quem o magoou.

Quem tem medo do amor, pra se preservar, não se permite delirar lindamente....e perde a parcela mais deliciosa que o amor prometeu....por medo de amar.

Marla de Queiroz

02 junho 2009

Chocolate
e
Pão e Tulipas

dois filmes gentis sobre as escolhas e a chance que todos nós temos de mudar de vida